SMetal

Sorocabanos buscam apoio para aumentar a produção de alimentos orgânicos

Via SMetal

O produtor rural de orgânicos José Boaventura começou sua roça na década de 90 e é um dos expositores da Feira de Orgânicos que acontece todos os sábados, das 8h às 12h, no Parque Natural Chico Mendes, com produtos da agricultura familiar.

Assim como ele, outros produtores de Sorocaba e região, levam frutas, verduras e legumes para vender diretamente aos consumidores.

São alimentos sem agrotóxicos e cultivados com o respeito à sazonalidade de cada produto. Mas a vida na roça desses trabalhadores rurais não é fácil com a falta de incentivo do poder público, além da competitividade com alimentos transgênicos e contaminados por agrotóxicos.

O Brasil é um dos países que mais consomem agrotóxicos no mundo. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), através do Programa de Análise de Resíduos de Alimentos (PARA), avalia continuamente os níveis de resíduos de agrotóxicos nos alimentos de origem vegetal que chegam à mesa do consumidor e vem detectando vários problemas de contaminação em produtos agrícolas. De acordo com o relatório de 2012, em 25% das amostras foi detectada a presença de resíduos de agrotóxicos acima do permitido além do uso de agrotóxicos não autorizados.

Agricultura orgânica

Além de preservar o meio ambiente sem contaminar o solo, o trabalhador e o alimento, na agricultura orgânica não se pode cultivar transgênicos para não se colocar em risco a diversidade de variedades que existem na natureza.

Boaventura possui registro no Ministério da Agricultura, por meio de uma Organização de

Controle Social (OCS), que lhe permite comercializar produtos orgânicos diretamente ao consumidor. Para ele, a agricultura familiar é fundamental para uma vida saudável e ele trabalha na roça com sua família. No momento, ele quer aprimorar sua produção aplicando todas as técnicas da agroecologia.

Por isso, precisa de investimentos e contou com voluntários que fizeram um projeto para ele na plataforma Catarse (www.catarse.me/boaventura) para arrecadar o valor necessário para transformar seu sítio.

No link pode-se conferir o detalhamento do projeto e as recompensas para quem puder contribuir.




Sem comentários

Adicione um comentário