matadero-capa

Shopping? É possível um espaço muito mais criativo!

O que realmente faz de uma cidade um espaço bom? O que é, para as pessoas que vivem nela e para aqueles que a administram, uma cidade boa, criativa, original e humana?

É possível pensarmos em muitas respostas para essas perguntas, uma vez que cada pessoa acaba agindo, de imediato, para garantir os seus próprios interesses. Porém, a afirmação de Richard Florida (especialista americano na área de urbanização), pode ser um bom caminho:

“Sem diversidade, sem estranhamento, sem diferença, sem tolerância, uma cidade morrerá. As cidades não precisam de shoppings e centros de convenções para serem economicamente bem-sucedidas, elas precisam ter pessoas excêntricas e talentosas.” 

Em um curto espaço de tempo, Sorocaba ganhou vários shoppings, um fechou em 2015, outros registram pouco movimento e ainda há um em construção. É comum, ao conversarmos com amigos e familiares, essa constatação triste a respeito dos espaços comerciais da cidade. E há dois casos ainda mais delicados: o Shopping Pátio Cianê, construído nas antigas instalações de uma fábrica de tecelagem e o Supermercado Extra, que também ocupa uma construção que pertence à história de nossa cidade. Assim, fica a pergunta: foi realmente necessário que esses espaços se transformassem em comércio, apenas?

predios-cidade-shopping

O conceito de Cidade Criativa está relacionado à economia criativa, que, liga-se diretamente a economia da experiência, como fruto de um processo, não um produto transportável de um lugar para outro ou um simples marketing urbano, que fica na superfície. Acredita-se que trabalhar para uma cidade, fazer dela um lugar criativo e além das expectativas, necessita de um longo processo de transformação contínuo.

Esta afirmação não é do Sorocaba de Verdade, mas está presente nos estudos mais avançados na área de cidades criativas, que utiliza como referências grandes cidades inovadoras, como Londres, Barcelona, São Francisco e Madrid.

Sorocaba, com seus tantos shoppings está caminhando para ser uma cidade criativa? É esta a pergunta que devemos fazer (e principalmente a prefeitura da cidade) ao tentar responder sobre o que é uma cidade legal, criativa e humana.

Matadero Madrid, na Espanha: um bom exemplo

Em Madrid, na Espanha, há um “centro de recreação contemporânea”, que faz parte de um grande projeto da cidade que revitalizou uma enorme área abandonada, com uma construção do século XVI, próxima ao Rio Manzanares, chamado de Matadero Madrid.

O espaço, aberto ao público desde 2007, mantido por organizações públicas e privadas, segue a proposta de uma cidade criativa, pois possui uma programação extremamente diversificada e agregadora: artes visuais, artes cênicas, literatura e leitura, pensamento, música e arte sonora, filme, design, moda, arquitetura, urbanismo e paisagismo. Veja as fotos e inspire-se!


matadero-madrid-pessoas

matadero-2

matadero-6

matadero-3

 




Sem comentários

Adicione um comentário