congo-refugiados-sorocaba

Refugiados mostram a cultura do Congo no Sesc

O Sesc Sorocaba promove um mergulho na diversidade e riqueza cultural do Congo no dia 15 de outubro, com a programação Do Brasil ao Congo, que traz atividades realizadas por refugiados do país africano para a unidade. Gratuita, a programação terá uma apresentação musical, narração de histórias, oficina e vivência de turbantes.

Das 14h às 16h, na Sala 1, será realizada uma oficina de turbantes com Sylvie Mutiene Ngkang. Na atividade serão ensinadas diversas técnicas para produção de turbantes para mulheres e homens, com demonstração das amarrações de tecidos para os cabelos. Serão 30 vagas e os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência, na central de atendimento. Na sequência, das 16h às 18h30, Sylvie Mutiene Ngkang realiza também uma vivência de turbantes, na convivência, com demonstração de amarrações de tecidos.

Das 16h às 17h, o educador Wasawulua Daniel, nascido na República do Congo e que vive há mais de 10 anos no Brasil, fará uma narração de histórias, em que irá compartilhar experiências de músicas, danças e cantos de seu país. Será na convivência, também de graça.

Pra encerrar a programação, o quarteto Os Escolhidos, formado pelos refugiados Hidras Tuala, Mabiala Nkombo, Muanda Tryson Apo e Bento Daniel, apresentará um repertório musical do folclore africano e músicas em diversos dialetos. A atividade também ocorre na convivência, das 17h às 18h30, e com entrada gratuita.

Local:
Rua Barão de Piratininga, 555.
Gratuito
Mais informações no site




Sem comentários

Adicione um comentário