fundacao-casa-sorocaba

Oficina de Contação de Histórias na Fundação Casa

via Cruzeiro do Sul

Uma parceria com o Senac, por meio do Núcleo Educação Profissional Básica, o projeto de Contação de Histórias na Fundação Casa (localizada no bairro Aparecidinha) começou em maio e tem carga horária total de 50 horas. As atividades, que ocorrem duas vezes por semana, propõe o aprendizado e o exercício de diversas técnicas relacionadas à contação de história, como treinamento vocal, interpretação e música.

A participação não é obrigatória, são os adolescentes que cumprem medidas sócio-educativas que escolhem participar ou não do projeto. O atrativo, além da experiência cultural e o enriquecimento pessoal, está na entrega de certificado e também na oportunidade de pensar em um campo para o mercado de trabalho.

A oficina é ministrada por Zé Bocca, ator e produtor, que considera a profissionalização dos alunos uma possibilidade real, mas também enfatiza que o aspecto mais importante da oficina é a reabertura das janelas para o lúdico, muitas vezes interrompida precocemente ou nunca vivenciada pelos adolescentes internos. “A brincadeira precisa fazer parte da vida das pessoas, sejam elas crianças ou adultas. No caso deles, quando essa dureza que eles demonstram é quebrada, a gente consegue ver o menino que está por trás”, comenta.

Além das aulas, os adolescentes são encorajados a apresentar suas próprias narrativas. Uma delas, é sobre um pássaro colorido que sonha em conquistar a liberdade. “As histórias abriram a minha mente. Se eu tiver oportunidade quero continuar e levar isso como profissão mesmo”, declarou um dos alunos da oficina.




Sem comentários

Adicione um comentário